“Confie no Senhor”
14 de junho de 2019
“A Graça de Deus e os Eleitos”
16 de junho de 2019

Mudança de Hábito 1

“Porque outrora vocês eram trevas, mas agora são luz no Senhor. Vivam como filhos da luz” (Ef. 5.8)o

Em poucas palavras o apóstolo Paulo mostra que há uma mudança radical na vida de um pecador salvo pela graça de Deus.

Ao dizer outrora está falando do tempo de vida vivido distante de Deus. “Vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados, nos quais costumavam viver, quando seguiam a presente ordem deste mundo e o príncipe do poder do ar, o espírito que agora está atuando nos que vivem na desobediência” (Ef. 2.1-2). E esse tempo de vida é uma realidade em toda a humanidade. “Anteriormente, todos nós também vivíamos entre eles, satisfazendo as vontades da nossa carne, seguindo os seus desejos e pensamentos” (Ef. 2.3).

Quando o apóstolo diz mas está falando de algo que aconteceu na vida do pecador. Algo que acontece exclusivamente pela graça de Deus. “Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus” (Ef. 2.8). Ao mesmo tempo que essa intervenção de Deus é real e transformadora, é invisível e eficaz. Essa adversativa interrompe a ação do pecado na vida do homem e expressa a graciosa mão de Deus operando na vida do pecador. O homem, por si mesmo, não tem poder de fazer esta mudança em sua vida, pois ele está morto em seus pecados, não ama a Deus e é inimigo de Deus e, nem mesmo, deseja tornar-se filho de Deus.
O apóstolo apresenta o resultado maravilhoso da graça de Deus. “Agora são luz no Senhor”. Eis outra realidade na vida do pecador: ele é transportado do império de Satanás para o Reino de Deus. “Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões – pela graça vocês são salvos” (Ef 2.4-5).

Há uma exortação profunda quando Paulo diz: “Vivam como filhos da luz” (Ef 5.8). Antes vivíamos em nossos pecados e o nosso desejo era tão somente a satisfação da nossa natureza pecaminosa. Fazíamos o que era mais comum a todo pecador: viver no pecado e para o pecado. Todavia, ao sermos salvos pela graça de Deus, somos instruídos a mudar todo o padrão de vida: das trevas para a luz. Dois extremos, dois opostos, duas realidades completamente diferentes que marcam a vida do pecador.
Mudança de hábito. Somente é possível quando o Espírito Santo age e transforma a vida de um pecador. Uma forte evidência da nova vida em Cristo é que o pecador agora deve viver como filho da luz. Deus é luz e por isso todo aquele que é filho de Deus deve andar na luz. Jesus disse: “Vocês são a luz do mundo” (Mt 5.14).

Mudança de hábito. Deixar de viver para o eu e viver unicamente para Deus.

Mudança de hábito. Morrer para as trevas e viver na luz.
Você tem vivido, dia a dia, essa verdade maravilhosa em sua vida?

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. José Paulo Brocco